Projeto Superação inicia atividades nas unidades socioeducativas

O mês de janeiro foi marcante para o sistema socioeducativo de Minas Gerais. De acordo com o Termo de Colaboração 0149997/2017 entre a Organização da Sociedade Civil (OSC), De Peito Aberto – incentivo ao Esporte, Cultura e Lazer e o Governo de Minas Gerais, através da Subsecretária de Atendimento às Medidas Socioeducativas (Suase), o projeto Superação voltou às atividades.

 

A meta da iniciativa é, mensalmente, atender 1400 jovens em cumprimento de medidas socioeducativas nos centros de internação e internação provisória de todo o Estado. Para cumprir o objetivo, em algumas unidades, desde janeiro, o projeto já está em pleno funcionamento. São os casos de CEIP Patos de Minas, CSE Unaí, CSE Governador Valadares, CSE Juiz de Fora, CSE Uberlândia, CSE Patrocínio, CSE Santa Clara, CSE Santa Helena, CSE Andradas, CSE Ribeirão das Neves e CSE Lindéia.

 

Além do retorno das atividades nos locais citados, outras unidades já ficaram aptas a receber o projeto no início do mês de fevereiro: CEIP São Benedito, CSE Santa Terezinha, CSE São Jerônimo e CEIP Dom Bosco foram as unidades contempladas.

 

O coordenador metodológico, Sanderson Nascimento, elucida os processos realizados até o momento. “O Superação retornou em janeiro. O projeto é tratado de forma muito séria e criteriosa. Por isso, quando as atividades são iniciadas em alguma unidade é motivo de muita satisfação para todos os envolvidos. Pois temos a certeza que escolhemos um bom profissional para atender todos os beneficiados da melhor maneira possível. Além disso, significa que o relacionamento com a direção da unidade está plenamente alinhado para caminhar, junto com o projeto, em uma só direção”, explicou.

 

As modalidades praticadas são: futsal, futebol society, handebol, basquetebol, voleibol, peteca, judô, tênis de mesa, xadrez, badminton, slackline, skate, dentre outras. Além da prática esportiva, o Superação oferece aos adolescentes atividades recreativas, como caminhada ecológica, passeio de bicicleta, capoeira, dança, avaliações físicas e oficinas temáticas.

 

Para colocar o projeto em prática é preciso muito trabalho de bastidores. A equipe administrativa da iniciativa já realizou, por exemplo, processo seletivo de professores de educação física, capacitação dos mesmos, reuniões com as direções das unidades, entre outros.

 

Unidades atendidas:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

CEIP Dom Bosco, CEIP São Benedito, CSE Horto, CSE Ribeirão das Neves, CSE Lindéia, CSE Santa Clara, CSE Santa Helena, CSE Andradas, CSE Santa Terezinha e CSE São Jerônimo.

Interior de Minas Gerais

CEIP Patos de Minas, CEIP Sete Lagoas, CSE Divinópolis, CSE Ipatinga, CSE Governador Valadares, CSE Juiz de Fora, CSE Montes Claros, CSE Passos, CSE Pirapora, CSE Sete Lagoas, CSE Teófilo Otoni, CSE Tupaciguara, CSE Uberaba, CSE Uberlândia, CSE Patrocínio e CSE Unaí.

 

Compartilhe o Post:

Posts Relacionados